OutrosFoto: JC Curtis/Fundacc

Iracema Mendes, mais conhecida como Ceminha, traz ao 21º Festival do Camarão o seu novo lançamento. Chamado ‘Raízes Caraguatá’, o livro é uma continuação dos três anteriores que contam as histórias de Caraguatatuba.

Na edição anterior do Festival Ceminha vendeu o livro ‘Camoroeiro’ e foi uma das autoras que mais vendeu exemplares. ‘Raízes Caraguatá’ vai estar disponível no evento por R$ 35.

Nascida em Caraguatatuba, Ceminha é filha, neta e irmã de pescadores. O seu quarto livro traz a história do povo caiçara, da cidade e suas origens, contando histórias de famílias e pessoas antigas da cidade.

 

21º Festival do Camarão

 

Este ano o 21º Festival do Camarão será realizado em dois finais de semana, de 11 a 15 e 19 a 22 de julho, a partir das 11h, exceção da abertura que será às 18h do dia 11.

Outra novidade é que nesta edição será comercializado também pastel de queijo e batata frita, para melhor atender o público que gosta de participar do festival, mas que não consome o crustáceo. A festa ainda contará com 20 barracas para pratos feitos à base do camarão, duas para doces e a Tenda das Artes, com artesanatos de artesãos locais, além de atrações musicais e performances de dança.

O Festival do Camarão é realizado pela Fundacc e Prefeitura de Caraguatatuba em parceria com a Comunidade Pesqueira da Praia do Camaroeiro.

O evento visa a valorização, preservação, proteção e divulgação do patrimônio cultural e imaterial, arraigado à vida pesqueira dos caiçaras de Caraguatatuba e tem o propósito de ser fonte de renda para a comunidade pesqueira, com exclusividade aos pescadores de camarão do entreposto de pesca da Praia do Camaroeiro, além de reunir os saberes da tradição local, não somente por meio da gastronomia, mas também por meio do artesanato identitário e outras manifestações culturais e registros audiovisuais do cotidiano da vida caiçara.