OutrosOficinas Culturais

O Polo Cultural do bairro Sumaré oferece agora a Oficina de Xilogravura, uma técnica de impressão milenar que está enraizada fortemente na cultura nordestina brasileira. Com aulas todas as quartas-feiras, das 9h às 12h, das 14h às 17h e das 18 às 21h, todos os interessados maiores que 15 anos podem se inscrever no local.

A xilogravura é uma técnica milenar, conhecida desde o século V, pelos chineses, as mais antigas xilogravuras do mundo que se conhecem são as ilustrações do clássico budista Sutra Jingang, após a invenção da técnica de impressão, no século XI, a xilogravura foi adotada nas ilustrações dos livros editados em grandes tiragens. A primeira bíblia impressa no mundo utilizou a técnica de xilogravura.

A responsável pela oficina, Luana Fida Rossi, explica que através da técnica de Xilogravura, os aprendizes passarão por três técnicas essenciais; desenho, pintura e escultura em baixo relevo. O processo de gravação é o ultimo momento onde o objeto artístico será apresentado.

“O gravador tem que ser objetivo no que faz. Uma técnica simples, porém muito precisa. Depois do corte, não há como apagar”, observa Luana.

Ainda conforme ela, a oficina tem como objetivo inserir através da técnica, conhecimentos sobre processos e objetos artísticos além do desenvolvimento manual deste universo.  “As aulas variam entre prática e teoria afim de que os aprendizes possam criar seus repertórios de imagens e conhecimento de forma abrangente”.

Aula de desenho, pintura em nanquim e cava fazem parte da oficina, além de visualização de imagens através de livros e uma breve história dos artistas produtores de gravura, em sua maioria grandes pintores como Rembrandt, Picasso, Escher, Goya, Miró, Lasar Segall e Paul Klee.

Esta técnica é bastante usada no nordeste brasileiro, como parte da arte e da cultura daquela região, em especial na produção da literatura de cordel.

 

Serviço:

O Polo Cultural do Sumaré fica na Avenida Siqueira Campos, 470. Para mais informações ligue no número: (12) 3881-1834.