Telefone

12 3897-5660

E-mail

contato@fundacc.sp.gov.br

Horário de funcionamento

Seg - Sex: 8h às 17h30

Os quatro membros fundadores da Academia Caraguatatubense de Letras (ACL) ficarão responsáveis pela elaboração do estatuto que vai vigorar após a sua abertura oficial. Na ultima sexta-feira (28/6), Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba deu posse a João Mario Estevam da Silva, professor e juiz de Direito Titular da 2ª Vara Cível de Caraguatatuba; Maria Antonia de Lima Ribeiro Furgeri, mestre e reitora do Centro Universitário Módulo; Marcelino Sato Matsuda, professor e coordenador do Curso de Direito do Centro Universitário Módulo; e Márcio Pugliesi, Livre Docente e professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Na ocasião, a presidente da Fundação, Silmara Mattiazzo, destacou que a abertura simbólica da Academia é um dia que ficará marcado na história da cidade, “poder contar com os fundadores para compor conosco e formar o quadro científico e trabalhar para a construção desse estatuto que vai vigorar e fazer com que a Academia seja efetivamente implantada”.

Ela destaca que, a partir de agora, os membros fundadores, em consonância com os membros do Conselho da Cultura na área de literatura vão formular questões onde será possível dar voz e espaço para os escritores locais para que eles possam ter um local para discutir, formular e trabalhar suas ideias.

Na avaliação do prefeito Aguilar Junior, “ hoje é um dia histórico para Caraguatatuba, um dia muito feliz, que passamos a valorizar e a reconhecer pessoas que contribuem para o nosso desenvolvimento e o da cidade”.

Para ele, a Academia de Letras tem por missão trabalhar a educação, a cultura, partes integrantes para o desenvolvimento das crianças e do futuro do cidadão. “Precisamos incentivar a publicação de livros, incentivar a cultura e, como eu sempre falo, descentralizar e democratizar a cultura de Caraguatatuba e eu tenho certeza que com a Academia, com esses pensadores, nós conseguiremos chegar ao nosso objetivo. Junior ainda destaca que “esse é o pontapé inicial nesse processo de mudança que queremos na nossa cidade, na nossa sociedade”.

Autor da Lei Municipal nº 2.385/2017 que criou a Academia Caraguatatubense de Letras, o presidente da Câmara, vereador Francisco Carlos Marcelino, o Carlinhos da Farmácia, elogiou a presença de todos no ato da ‘pedra inaugural’ com os quatro professores notáveis e tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o que é uma Academia de Letras.

Desafios

Os fundadores membros terão pela frente o desafio de montar a estrutura da Academia Caraguatatubense de Letras. Para Maria Antonia, “é uma honra poder participar como membro fundadora porque esse momento é único, “Trará para o povo de Caraguá e demais municípios um desenvolvimento público elevado da cultura caiçara, que é um povo que luta pela sua identidade e busca a sua caracterização dentro e fora do município.

Ela ainda destaca que, “é importante não apenas para a reitora do Módulo, mas para a  Maria Antonia que foi recebida de braços abertos por esse povo que confiou no seu trabalho como educadora”.

Na avaliação do juiz João Mario, há um senso comum que a educação é o caminho para o desenvolvimento da sociedade. “Nosso desafio é ficar na qualidade do pensamento, da comunicação, no emprego da linguagem. Levar as pessoas no caminho de buscar conhecimento, aprimorar a sua compreensão a respeito dele”.

Para ele, quanto melhor a pessoa conseguir se compreender, compreender os outros e afinar essa relação, elas tendem a se harmonizar. “Muitos dos conflitos existentes, por incrível que pareça e eu vejo isso no judiciário, é por uma falha de comunicação. Se houver uma linguagem melhor empregada, uma comunicação muito mais harmônica, compreendendo os verdadeiros sentidos do que se quer, do que se deseja, do que se anseia, aí sim o senso, o bom senso possa retomar”.

O Doutor Márcio Pugliesi reforça que com a implantação da Academia está se dando o primeiro passo de uma história que espera seja muito longa e que permitirá que se tenha em Caraguatatuba e em todo o Litoral Norte. “Muitos artistas, não só na Literatura, mas na pintura, na escultura que são ‘esquecidos’ e que não têm os meios de distribuir suas obras terão uma oportunidade. Eu já sugeri à presidente (Silmara) para nós criarmos uma editora eletrônica para que possamos publicar os livros com selo que dê aos autores a representatividade que eles merecem”.

Na visão do professor Sato Matsuda, são poucas cidades que têm uma Academia de Letras e para a população é importante por causa do desenvolvimento da cultura como um todo.  “Ela propõe um desafio enorme que é estimular a pesquisa, trazer a história, a tradição caiçara, não só discutir, mas também documentar, como está na nossa Constituição: precisamos guardar e proteger os documentos históricos, mas isso, infelizmente, sem sempre é feito e a academia tem um grande desafio para fazer isso”.

Regularização Fundiária

Na mesma ocasião da Academia Caraguatatubense de Letras, a Câmara homenageou com a entrega de Moção de Congratulações ao juiz João Mario Estevam da Silva, ao professor Marcelino Sato Matsuda, e ao Oficial de Registro de Imóveis de Caraguatatuba, Diego Selhane Pérez, que não pode comparecer, pela participação no processo de Regularização Fundiária no município que já entregou mais de 2 mil títulos para a população.

As moções também foram de autoria do presidente do Legislativo, Carlinhos da Farmácia. Essas moções foram aprovadas durante a 9ª sessão ordinária de 2019, realizada no dia 2 de abril.

Carlinhos da Farmácia agradeceu o empenho de todos nesse processo que permitiu a realização do sonho de muitas famílias da cidade. “Acredito que todo o município de Caraguatatuba é grato a esses excelentes profissionais, que não mediram esforços, junto à Prefeitura e demais pessoas envolvidas, para a regularização de grandes áreas de Caraguatatuba. Parabenizo eles pelo trabalho realizado, de grande importância e que ficará para sempre marcado na história da nossa cidade. Eles contribuíram muito pelo progresso do município, pela dignidade de muitas famílias, que agora podem usufruir de vários benefícios, contando com a escritura definitiva de seu imóvel, do lar de seus familiares”.

Posts Relacionados