Outros

A 22ª edição do Festival do Camarão terá uma igrejinha para São Pedro, padroeiro dos pescadores, rancho caiçara e tradicional Casa Caiçara, tudo preparado pela equipe de artes e manutenção da Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba com muito carinho e dedicação.

A ideia da repaginação da festa surgiu a partir da necessidade de tornar o ambiente mais amplo para visitação, além de agregar um clima mais tradicional e típico ao local. “Tudo pensado com o intuito de tornar a experiência dos visitantes ainda melhor”, contou a presidente da Fundacc, Silmara Mattiazzo.

Este ano, a tradicional Casa Caiçara terá 93,6 metros quadrados e uma nova entrada feita com um arco confeccionado de bambu. A previsão de entrega da casinha é para a próxima semana, junto com a igrejinha e o rancho.

Fotos: JC Curtis/Fundacc

A construção de toda estrutura dos ambientes, revestimento e acabamento está sendo realizada por oito funcionários da Fundacc há três semanas e eles garantem que o público irá se surpreender e admirar quando virem tudo pronto.

As matérias primas utilizadas para as estruturas são: pontalete de eucalipto para telhado e paredes, bambu verde trançado para segurar o barro nas paredes, pente de piaçava para a cobertura do telhado e barro amarelo para revestimento e acabamento.

Além disso, está sendo finalizada também a decoração da festa, que este ano contará com novidades. Segundo a equipe de artes, os visitantes terão acesso a novos cenários para fotos e haverá nova decoração com enfeites de covo (armadilha para pegar camarão), redes de pesca e tecidos na cor laranja e laranja florescente.

“Nossa equipe é maravilhosa! São verdadeiros realizadores de sonhos e tenho certeza que nosso festival estará ainda melhor e mais bonito este ano”, concluiu a presidente.

O 22º Festival do Camarão será realizado de 12 a 21, a partir das 10h. No sábado, dia 13, será feita a abertura oficial com a presença das autoridades municipais, às 19h30.

O Festival do Camarão é realizado pela Fundacc e Prefeitura de Caraguatatuba em parceria com a Comunidade Pesqueira da Praia do Camaroeiro e visa a valorização, preservação, proteção e divulgação do patrimônio cultural e imaterial, arraigado à vida pesqueira dos caiçaras de Caraguatatuba.

Tem como propósito de ser fonte de renda para a comunidade pesqueira, com exclusividade aos pescadores de camarão do entreposto de pesca da Praia do Camaroeiro, além de reunir os saberes da tradição local, não somente por meio da gastronomia, mas também por meio do artesanato e outras manifestações culturais e registros audiovisuais do cotidiano da vida caiçara.