Telefone

12 3897-5660

E-mail

contato@fundacc.sp.gov.br

Horário de funcionamento

Seg - Sex: 8h às 17h30

O Arquivo Municipal Arino Sant’Ana de Barros promove Roda de Conversa: Empoderando Arquivos – Difusão de Documentos Textuais e Orais Através de Filmes, quarta-feira, dia 09 de junho, a partir 18h30, com transmissão via Facebook do Arquivo e da Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (FUNDACC).

A ação é realizada como parte da programação da 5ª Semana Nacional de Arquivos, composta por uma temporada de eventos em arquivos e outras instituições de memórias de todo o país com o objetivo de aproximar essas instituições da sociedade e divulgar os valiosos trabalhos nelas desenvolvidos.

A Roda de Conversa terá como mediadora a historiadora, técnica em Arquivos Municipais e gerente de cidades, Denise Lemes. Responsável desde 2007 pelo Arquivo Municipal Arino Sant’Ana de Barros e uma das profissionais responsáveis por projetos e trabalhos que levaram à criação do Sistema Municipal de Arquivos em Caraguatatuba.

Participam como convidados Gilda de Souza Brasileiro de Almeida e Moraes, mais conhecida como Gilda Brasileiro, formada em química, com especialização em história da cultura afrobrasileira, professora do Ensino Fundamental de Ilhabela (SP), pesquisadora, escritora e cineasta.

Gilda dirigiu o documentário ‘Rota Dória’ para o Ano IV do Revelando os Brasis, e teve sua história de vida, pesquisas documentais textuais e orais, além de sua atuação como cineasta, abordados no documentário de Viola Scheuerer e Roberto Manhães Reis: ‘Gilda Brasileiro – Contra o Esquecimento’.

Também estará presente Ana Valéria Celestino, historiadora formada pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em paleografia, pesquisadora, mestra em história medieval pela Universidade Humboldt (Berlim).

Tradutora, atuou como paleógrafa junto ao Arquivo Público do Estado de São Paulo (Arquivo Histórico à época); no levantamento e formação de acervos para o Arquivo Histórico de São Sebastião (SP), e na organização e preservação de acervos privados junto ao Instituto Ibero-Americano de Berlim – (Ibero- Amrikanisches Institut Berlin -IAI), entre eles o Arquivo Privado do brasileiro Gaelzer-Netto;

Silvia Regina Paes, graduada em ciências sociais, mestra e doutora em sociologia pelaUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e membro fundador daONG ACAJU – Associação Caiçara Juqueriquerê, em Caraguatatuba (SP). Silvia já atuouem Antropologia Rural: cultura caiçara, saúde, educação ambiental,conhecimento tradicional e cultura tradicional; e em Sociologia Rural, junto àscomunidades de pequenos agricultores e quilombolas.

É professora daUniversidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), com cursos daárea da saúde na Faculdade de Ciências Básicas e da Saúde (FCBS) e demestrado profissional ‘Saúde, Sociedade & Ambiente’. Orientadora de mestradoe iniciação científica – área interdisciplinar, com interface na saúde coletiva;

O turismólogo Clayton Galdino dos Santos, especialista em preservação e restauro do patrimônioarquitetônico; mestre em arqueologia pela USP com a pesquisa ‘Programade Gestão do Patrimônio Arqueológico de São Sebastião’; doutor emplanejamento urbano e regional, com a pesquisa ‘Quilombo da Caçandoca’; Atuou junto à Prefeitura de São Sebastião em Educação Patrimonial -capacitação de professores no Sítio Arqueológico São Francisco.

Foicoordenador de Projetos da Origem Arqueologia Patrimônio Cultural eAmbiental. Atua nas áreas de patrimônio histórico e cultural e arqueologia, com vários artigos publicados. É conselheiro do Fórum de Patrimônio Cultural e Tradições do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Caraguatatuba;

E Marcelo Chaves, historiador, doutor em história social, com vários trabalhos e artigos publicados, entre eles: A Trajetória do Departamento Estadual do Trabalho e a Mediação das Relações de Trabalho (1911-1937).

Especialista em Organização de Arquivos, Marcelo é executivo público e editor da Revista do Arquivo, do Arquivo Público do Estado de São Paulo, do qual também foi diretor do Centro de Difusão e Apoio à Pesquisa.

Programação completa

18h30 – Apresentação

18h40 – Bloco 1: Trailer do filme “Gilda Brasileiro – Contra o Esquecimento”, pela professora, pesquisadora e cineasta Gilda Brasileiro.

O filme completo será disponibilizado àqueles que entrarem em contato pelo e-mail: arquivopublicocaraguatatuba@gmail.com.

19h – Bloco 2: Análise histórica de preservação e difusão documental e a influência de vídeos documentários na divulgação científica. Comentários, dúvidas e respostas sobre o filme serão realizados pela historiadora Ana Valéria Celestino, representante do Executivo Público; Marcelo Chaves, representante do Arquivo Público do Estado de São Paulo e pela professora, pesquisadora e cineasta Gilda Brasileiro.

19h40 – Bloco 3: Análises sociológica, pedagógica e arqueológica e o viés do turismo cultural. Comentários, dúvidas e respostas sobre o filme pela socióloga Silvia Paes, pelo arqueólogo Clayton Galdino dos Santos e pela professora, pesquisadora e cineasta Gilda Brasileiro.

20h30 – Encerramento

Transmissão ao vivo: facebook.com/arquivopublicodecaraguatatuba e facebook.com/Fundacc

Posts Relacionados