Outros

A artista plástica Cláudia Canova Passos, de Caraguatatuba, está com duas exposições no vale do Paraíba. “Da Serra ao Mar” chegou ao Senac de São José dos Campos e Museu da Imigração Italiana de Quiririm, distrito de Taubaté. A mostra é uma declaração de amor da ceramista ao Litoral Norte de São Paulo, região que a acolheu e que serve de inspiração para a sua arte.

“Agradeço muito o apoio da equipe da Fundacc – Fundação Cultural de Caraguatatuba – e da Loja Encantes pelo apoio que estão me dando nesta exposição”, disse Cláudia Canova.

No Senac são 26 peças de argila terracota e negra com acabamentos com engobe e esmalte, queima em forno a lenha e elétrico a temperatura 1.050 graus  e algumas peças queimadas em alta temperatura a 1.240 graus

Já na exposição de Quiririm são 18 peças em cerâmica, também usando argila terracota, branca e negra, acabamentos em engobe e esmalte e forno a lenha a 1.050 graus

A especialidade de Cláudia são peças decorativas em formatos de joaninhas, besouros, borboletas, entre outros, que podem ser usadas como pesos de livros, enfeites de paredes ou jardins.

Formada em Artes Plásticas, na FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), com especialização em Desenho Técnico, no IADE, Cláudia Canova sempre gostou de estar próxima à natureza.

Após alguns anos vivendo no exterior, quando tinha 8 anos, Cláudia retornou ao Brasil e foi morar na cidade do Guarujá, na Baixada Santista, onde, pela primeira vez, compreendeu que a felicidade tinha gosto de mar.

Embora a família de Cláudia não tenha vivido muito tempo nesta cidade praiana, a lembrança desse tempo feliz foi decisiva na vida dela. E, assim, quando chegou o momento de escolher um lugar para morar com os dois filhos, ela decidiu voltar para perto do mar. Então mudou-se para Caraguatatuba. Nesta cidade, ela fez um curso de cerâmica com Ben-Hur Vernizzi.

Pertinho do mar e da Mata Atlântica, Cláudia pode finalmente dar asas à sua imaginação e, com total liberdade, passou a criar peças em cerâmica em formatos de insetos.

Além do seu trabalho independente, a artista Cláudia Canova Passos faz parte do Grupo Ubuntu – um coletivo de artistas de Caraguatatuba.

Esse coletivo busca valorizar a contribuição que diversas raças deram à formação cultural e as tradições que são mantidas até hoje nas cidades do Litoral Norte de São Paulo através da arte.

 

Serviço:

Exposição – Da Serra ao Mar

Local: Senac São José dos Campos – Rua Saigiro Nakamura, 400 – Vila Industrial

Data: Até 31/10

Horários: Segunda a Sexta – das 8h às 22h30 e sábado – das 8h às 18h

Exposição – Da Serra ao Mar

Local: Museu da Imigração Italiana de Quiririm- Taubaté – Avenida Libero Indiani – 550

Data: Até 30/11

Horários: Segunda a Sexta – das 8h às 17h e sábado e domingo – das 11h às 16h