Outros

O domingo (26) no Mirante do Por do Som, em Caraguatatuba, foi marcado pela cerimônia ‘Barcos ao Mar’ dando início à temporada de pesca do camarão, crustáceo que é a base do Festival do Camarão, a ser realizado entre os dias 12 e 21 de julho, na Praça da Cultura (Centro).

Mais de 200 pessoas acompanharam as procissões terrestre e marítima, conduzida pelo padre Cláudio Rodrigues da Silva, pároco da Igreja Santa Terezinha, acompanhada pela Banda Municipal Carlos Gomes e que levaram as imagens de São Pedro Pescador e Nossa Senhora dos Navegantes, padroeiros da comunidade pesqueira que foi pedir as bênçãos para um bom ano de pesca.

O presidente da Associação dos Pescadores da Praia do Camaroeiro e homenageado desta edição do ‘Barcos ao Mar’, Nilo Rolim do Amaral, o Nilo Cabeça, destacou que a expectativa é sempre boa. “Quando vamos ao mar, temos a certeza de uma boa pesca”.

O fim do defeso do crustáceo termina em 31 de maio e nesses últimos dias os retoques nas embarcações, nas redes de pesca e no agradecimento estão em todos os cantos.

Com essa visão, o secretário de Meio Ambiente Agricultura e Pesca, Marcel Luiz Giorgeti, aproveitou a cerimônia para reforçar as ações junto à comunidade pesqueira.

“A maioria das pessoas não conhece mais essa atividade, o caiçara verdadeiro está acabando, e nosso papel é reforçar cada vez mais as ações para que elas sejam preservadas”.

Assim também pensa Silmara Mattiazzo, presidente da Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, responsável pela organização do ‘Barcos ao Mar’, em parceria com a Associação dos Pescadores e a Prefeitura de Caraguatatuba, e pelo Festival do Camarão, que este ano chega à sua 22ª edição.

“Vamos fazer a melhor festa possível, superando a cada ano esse evento que é dos pescadores, da comunidade de Caraguatatuba”.

O prefeito Aguilar Junior aproveitou a oportunidade da cerimônia ‘Barcos a Mar’ para destacar a reforma no Entreposto de Pesca do Camareiro que deve ser entregue até o final deste ano.

O novo entreposto terá um layout mais aconchegante e agradável, com uma cobertura maior para atender os pescadores e consumidores, além de melhor disposição dos boxes e intervenções na câmara fria.

A obra contempla a execução de cobertura central que unirá os blocos, substituição de todo revestimento e piso cerâmico dos boxes, substituição das portas e esquadrias de madeira por esquadrias de alumínio e aço galvanizado, execução de cisterna em alvenaria para captação d’água da chuva e utilização da mesma na lavagem da área externa do entreposto, revisão e execução de novo sistema de esgoto, além da execução de paisagismo com a introdução de árvores nativas e arbustos ornamentais.