Outros

Peças buscam promover o conhecimento sobre o fazer cerâmica tradicional indígena – JC Curtis/Fundacc

A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo(FESPSP) recebe a Exposição Origens – Nativos a partir do dia 2 de outubro, no campus na rua General Jardim, 522 – Vila Buarque. Este evento cultural é realizado em parceria como Grupo Ubuntu, Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), por meio do MACC (Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba) e Secretaria de Turismo da Prefeitura de Caraguatatuba. As obras ficarão expostas até o dia 11 de novembro.

O propósito da exposição do grupo Ubuntu é o de promover o conhecimento sobre a arte tradicional indígena de fazer cerâmica, uma das produções mais sofisticados da cultura material de um povo, produzido por algumas etnias indígenas brasileira como a Terena, Kadiweu, Xakriabá, Asurini, Karajá, Waurá, Kaingang, Wayana/Aparaí, Waiwai, e, por aquelas que deixaram deste fazer ou que já estão extintas como: Tapajônicas, Marajoaras, Aratu, Tupinambá, Tupi-guarani, Tupiniquim. Neste caso, os estudos do grupo são embasados em materiais arqueológicos.

A Profa. Dra. Tania Callegaro explica que a exposição que será realizada na FESPSP é mais uma afirmação de apoio aos direitos indígenas. “A FESPSP oferece este evento para a cidade de São Paulo, alunos, professores, indígenas e comunidade e manifesta seu incondicional apoio aos povos indígenas que nela vive e lutam por seu direito ao território”.

Cerâmica indígena

Extinta nas etnias do Litoral Norte de São Paulo, a cerâmica indígena, atualmente, sinaliza a urgência de mais ações culturais direcionadas à produção, divulgação, uso, recuperação, conservação, preservação e ativação da memória por meio do fazer tradicional da cerâmica indígena.

O grupo Ubuntu tem o objetivo de levar este estudo à etnia Guarani que hoje habita as terras indígenas do Litoral Norte Paulista. Cultura material cerâmica que se perdeu.

No âmbito pedagógico, político e cultural da FESPSP, a exposição amplia-se com novos significados, objetivos e ações. É tratada como ato político; espaço de visibilidade e das “falas” indígenas; campo rico de conhecimento e discussão sobre as estreitas relações entre as esferas do sagrado; do funcional; da natureza, da ciência, do tradicional e do estético; referência cultural e meio de pesquisa; valor compartilhado, de diálogo e aprendizado.

A diversidade cultural indígena exposta no espaço acadêmico provoca a reflexão sobre a importância da presença dos saberes tradicionais dos povos nativos para a formação de pesquisadores cidadãos, que podem transitar entre diferentes perspectivas de mundo e valores.

Atividades pedagógicas internas

As faculdades de Biblioteconomia e Ciências da Informação e de Sociologia e Política da FESPSP desenvolverão atividades nas disciplinas de seus cursos cujos conteúdos enriquecem o material da exposição.

A Exposição Nativos – Origens na FESPSP, na Roda de Conversa, promoverá discussões sobre o papel das instituições de informação, educação e cultura, e dos artistas, dos mediadores e produtores da cultura diante das lutas históricas de resistência que os povos indígenas vem travando há séculos com seus invasores, e, agora, pela retomada de seus territórios.

“Questões éticas, políticas e econômicas que envolvem os estudos sobre o multiculturalismo, a diversidade cultural e as políticas públicas de segregação são trazidas para o debate, desenvolvidos aqui por indígenas e não indígenas”, explica a Profa. Dra. Tania Callegaro, que leciona no curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da FESPSP.

Por fim, a Exposição Nativos – Origens na FESPSP e as atividades, Roda de Conversa e Oficina de Cerâmica afirmam a importância da diversidade cultural para o desenvolvimento de uma sociedade, e de seus estudos que acontecem no plano da informação, da mediação e do conhecimento, mas, fundamentalmente, também, no da ação e do encontro com o “Outro”, onde indígenas e não indígenas podem ser sujeitos e parceiros de um mesmo evento, lutas e sociedade.

Serviço

Exposição Origens – Nativos

Local: Campus FESPSP (Rua General Jardim, 522 – Vila Buarque – São Paulo/SP)

Data: 2 de outubro a 11 de novembro de 2017

Expositor: Grupo Ubuntu (UBUNTU)

Realização: FESPSP, Ubuntu, Fundacc, Macc e Secretaria de Turismo da Prefeitura de Caraguatatuba