MACC

A exposição ‘Ameríndios do Brasil’ do fotógrafo e indigenista Renato Soares em conjunto com o artista plástico Carlo Cury chega ao MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba nesta sexta-feira (20), às 8h, como parte das comemorações do aniversário de 161 anos de Caraguatatuba.

O projeto ‘Ameríndios do Brasil’ é o registro fotográfico da diversidade cultural indígena existente no Brasil. O projeto visa a criação e a construção de um grande acervo etnográfico brasileiro jamais fotografado com o propósito de preservar essa parte tão importante da nossa cultura, além de gerar renda para as comunidades retratadas.

“Já são mais de 25 anos de mergulho no universo indígena e serão necessários pelo menos mais 10, quem sabe 20 anos, para esquadrinhar e revelar a diversidade étnica dos povos originários do Brasil. Quero mostrar rostos, valorizar culturas, respeitar identidades, dar visibilidade. Quem não é visto corre o risco de ser esquecido”, relatou o fotógrafo.

Ao todo, serão expostas mais de 90 obras, dentre elas 43 fotografias de Renato Soares e mais de 50 peças do acervo indígena de Carlo Cury.

Renato Soares iniciou sua carreira na fotografia no final da década de 1980 e, desde então, realizou viagens para retratar as diferentes formas de expressão cultural dos grupos étnicos brasileiros. Suas obras fotográficas já figuraram em importantes exposições como “O Último Kuarup’ – Masp/2006 e na mostra itinerante “A Última Viagem de Orlando Villas Bôas”, que percorreu 12 capitais brasileiras. Seu talento também foi reconhecido em Paris, em uma coletiva no Palais de La Découvert.

Calo Cury construiu sua carreira nas artes plásticas, tendo o desenho como uma de suas primeiras formas de expressão. Ele é idealizador do projeto ‘Olhares Poéticos’ sobre o meio ambiente, que leva educação gratuita de arte a alunos da rede pública de ensino desenvolvido nas cidades de São Paulo e Caraguatatuba. Em 2012 participou da formação do Grupo Ubuntu – Caraguatatuba, que reúne artistas plásticos na linguagem tridimensional. Este grupo desenvolve projetos coletivos como o “Projeto Origens”

O acervo pode ser visitado de terça a sábado das 10h às 18h na sala Antonio Carelli, no MACC, até o dia 09/6.  A entrada é gratuita.

Serviço

Exposição ‘Ameríndios do Brasil’

Dia: 20/4

Abertura: 8h

Até 09/6

Horário para a visitação: 10h às 18h

Local: MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba – Praça Dr. Cândido Motta, 72, Centro