Outros

Escritores e poetas de Caraguatatuba terão a oportunidade de divulgar e comercializar o seu trabalho no 20º Festival do Camarão. A Fundacc- Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba disponibilizará um espaço na Praça do Caiçara durante o período da festa.

As inscrições devem ser entregues na sede da fundação, à Rua Santa Cruz, 396, Centro, até o dia 27 de junho, das 9h às 12h e das 14h às 17h. É necessário apresentar cópias do RG, CPF, comprovante de residência e a ficha de inscrição (disponível no link https://www.fundacc.sp.gov.br/ficha-de-inscricao-individual-regulamento-de-literatura-espaco-dos-poetas-e-escritores-2017/).

Os autores serão selecionados por uma comissão que vai analisar as obras de acordo com ótica da cultura tradicional caiçara, “contemplando produtos inspirados no universo do homem caiçara, no mar e na Mata Atlântica”, diz a coordenadora de Literatura da Fundacc, Mara Amaral.

Importante destacar que o recebimento da inscrição não garante a participação. A comissão também avaliará os trabalhos dos artesãos inscritos e comunicará até o dia 7 de julho a lista dos materiais aprovados

Mara Amaral espera que esse espaço cultural, juntamente com as obras do MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, sirva como uma espécie de troca, de celebração e de diversidade da cultura caiçara.

O Festival

O 20°Festival do Camarão é uma realização da Fundacc e da Prefeitura de Caraguatatuba em parceria com a Comunidade Pesqueira da Praia do Camaroeiro. O evento visa a valorização, preservação, proteção e divulgação do patrimônio cultural e imaterial, arraigado à vida pesqueira dos caiçaras de Caraguatatuba.

Criado em 1998, com o propósito de ser fonte de renda para a comunidade pesqueira, com exclusividade aos pescadores de camarão do entreposto de pesca da Praia do Camaroeiro, após o período de defeso; o Festival do Camarão, hoje, reúne os saberes da tradição local, não somente por meio da gastronomia, mas também por meio do artesanato identitário e outras manifestações culturais, de registros audiovisuais do cotidiano da vida caiçara.

Ele é considerado um dos mais importantes do calendário municipal, atraindo munícipes e turistas para a degustação de pratos à base de camarão e, principalmente, para prestigiar a programação cultural que inclui a corrida de canoa caiçara; a casa do caiçara; a casa da farinha; a demonstração do Caraguatá e seu xarope; o feitio das redes de pesca artesanal; a exposição de artesanato identitário, na Tenda das Artes e exposição audiovisual dos patrimônios imateriais do município, além de apresentações de grupos artísticos e tradicionais da região.