TeatroOficinas Culturais

Uma das novidades implantadas, neste ano, nas oficinas culturais da Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba é o Curso de Teatro em Libras (Língua Brasileira de Sinais) que permite a inclusão de alunos surdos.

As aulas são ministradas pela artista orientadora Hannah Carolina Silva Ferreira que é formada em Comunicação das Artes do Corpo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), com especialização em Teatro e Performance.

Ela também é fluente em Libras pela Derdic, uma instituição sem fins lucrativos, mantida pela Fundação São Paulo e vinculada academicamente à PUC-SP, que atua na educação, acessibilidade e empregabilidade de surdos e no atendimento clínico a pessoas com alterações de audição, voz e linguagem. O trabalho institucional prioriza famílias economicamente desfavorecidas e beneficia pessoas de todas as faixas etárias

O curso é voltado para jovens e adultos, surdos e ouvintes, a partir dos 12 anos e ministrado na Oficina Cultural do Sumaré às terças e quintas-feiras, às 14h, e se houver turma, na Ponta Seca.

Hannah explica que o objetivo do curso é proporcionar às crianças e jovens vivências nas práticas teatrais a partir do descobrimento das falas do próprio corpo e da percepção do outro. “É uma forma de acessibilizar a linguagem teatral, corroborando para a comunicação entre surdos e ouvintes, aprendendo com as diversidades e diferenças”.

Ao final do ano, será montada uma peça teatral partindo das descobertas dos aprendizes, divulgando e despertando a sensibilidade do público para a empatia e o contato coma comunidade surda. “Todos os sinais de Libras aprendidos pelos alunos são desenhados em um diário de bordo coletivo que vão auxiliar na montagem do espetáculo final”, antecipa.

Os interessados em participar dessa atividade teatral com inclusão podem procurar as oficinas do Sumaré para o curós das 14h (12) 3881-1834 ou da Ponte Seca (12) 3883-2841.