Outros

Entre os dias 15 e 17 de setembro será realizado em Caraguatatuba o I Fórum de Cultura do Litoral Norte, um espaço de escuta e protagonismo dos artistas e produtores regionais, que propiciará o encontro com grandes pensadores da cultura no Estado de São Paulo. Os participantes são das quatro cidades da região, e durante o encontro poderão apresentar questões ligadas à cultura e à arte.

A programação começa nesta sexta-feira à noite com a presença do Mestre da cultura popular Lumumba, e no sábado de manhã o Fórum recebe o ator Marcelo da Histórias. Ambos possuem um papel destacado de articulação do movimento cultural no Brasil e na América Latina.

No sábado à tarde será o espaço de diálogo com os gestores culturais das quatro cidades do Litoral Norte: Silmara Mattiazzo, de Caraguatatuba, Adbailson Cuba, de São Sebastião, Nuno Gallo, de Ilhabela, e Fernanda Ramiro, de Ubatuba. Além das discussões, haverá apresentações artísticas na sexta e no sábado a partir das 22h.

Mestre Lumumba desde jovem fez-se artista, ferramenteiro e um grande estudioso da cultura de matriz africana. Ainda na década de 70 formou o Grupo de Teatro Evolução, um marco na história do movimento negro brasileiro na contemporaneidade. Em 1980 veio integrar uma das primeiras bandas de reggae no Brasil, Arembepe. Desde então iniciou-se na Irmandade dos Tambores Ilú, conhecendo sua fabricação, sonoridade e história.

O poeta e compositor descobriu então um caminho, sua vocação, unindo toda a bagagem de artista e militante ao ofício de fazedor de tambor: arte feita de corpo, aro, madeira, pele, nós, poesia e laçadas como os gonquis. Hoje vive no Vale do Paraíba, em São Luiz do Paraitinga, onde desenvolve seus projetos artísticos e sociais.

Já Marcelo da Histórias vem de Campinas para compartilhar suas experiências com o público. É ator, e contador de histórias da Cia Narradores Urbanos (Teatro e Narração Oral). Fundador, gestor, produtor, articulador e educador do Ponto de Cultura NINA (Associação Núcleo Interdisciplinar de Narradores e Agentes Culturais) e da Rede Usina Geradora, e pesquisador cultural do diálogo entre a tradição oral e a educação formal na Rede Cultura Viva Comunitária. Integrante da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, Comissão Nacional dos Griôs e Mestres de Tradição Oral do Brasil e Conselho Latino Americano de Cultura Viva Comunitária.

Um momento importante da programação é o diálogo com os gestores públicos dos quatro municípios, a fim de estabelecer uma conversa fraterna e construtiva entre poder público e sociedade civil e experimentar uma inteligência coletiva para fortalecer as políticas públicas culturais no Litoral Norte.

“A proposta é que o Fórum seja um ambiente de discussão e articulação permanente. Pra isso, o encontro é fundamental, mas nosso desafio é dar continuidade após a sua realização. Queremos que cada um volte pra casa mais forte e empoderado de seu potencial articulador para construir, coletivamente, uma política cultural democrática e consistente na nossa região”, defende Vanessa Stropp, uma das organizadoras do Fórum.

O evento é resultante de muita militância e ativismo que vem acontecendo há anos com algumas iniciativas anteriores fundamentais para tal conquista como, por exemplo, “Encontro de Políticas Públicas de São Sebastião (2015), Reunião de Coletivos do Litoral Norte (2016) e Reflexões da Cultura no Litoral Norte (2017).

A partir deste fórum os agentes culturais podem sair mais preparados para a realização, no início de 2018 da 10ª edição do FLIGSP (Fórum do Litoral, Interior e Grande São Paulo).

“É chegada a hora! Este Fórum já nasce vitorioso. Acreditamos que o resultado expressivo do processo de inscrições é um indicativo que, além de compromisso com a cultura e produção artística, temos também capilaridade, disposição e maturidade para organizar um movimento amplo e com conteúdo para a contínua construção de políticas públicas para nossa região, destaca Luciano Draetta, artista e produtor do Fórum.

Confira a programação:

15/09 (6ª feira)

17h – Recepção e credenciamento

19h – Jantar

19h30 – Exibição do curta metragem “O fantasma vestido de palhaço” de Alessandra Stropp

20h – A reinvenção da cultura na defesa da democracia no Brasil (convidado: Mestre Lumumba)

22h – Apresentações artísticas

16/09 (sábado)

8h – Café da manhã

9h – Políticas culturais em tempos de resistência (convidado: Marcelo das Histórias)

12h – Almoço

14h – Diálogos: Encontro com gestores de cultura do Litoral Norte (convidados: Silmara Mattiazzo – Caraguatatuba, Adbailson Cuba – São Sebastião, Nuno Gallo – Ilhabela e Fernanda Ramiro – Ubatuba)

17h – Café

18h – Atividades autogestionadas: grupos de discussão

20h – Jantar

20h30 – Exposição fotográfica com slides de Nicia Guerriero

22h – Apresentações artísticas

17/09 (domingo)

8h – Café da manhã

9h – Diálogos: Encontro com artistas e produtores de cultura do Litoral Norte

12h – Almoço

13h – Confraternização na praia

Serviço

I Fórum de Cultura do Litoral Norte – Cultura em movimento

15 a 17 de setembro

Local: Chalés Porto Novo (Rua Antônio Rosa Botelho, 51, Porto Novo. Caraguatatuba)

Informações: (12) 98173-4402 (Luciano) | (11) 94280-9070 (Vanessa)