Outros

O corredor longo e cheio de grades do Centro de Detenção Provisória (CDP) “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira” traz junto com preconceitos questionamentos sobre como é a vida dentro do cárcere. A 3ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade, realizada na última quarta-feira (28), vem para mostrar o trabalho de ressocialização realizado com os detentos.

No evento, os presos apresentaram a peça teatral “O Sonho – Tudo o que você faz, um dia volta para você”, produção fruto da parceria entre a unidade prisional e a Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba. A Banda Municipal ‘Maestro Carlos Gomes’ também participou mais uma vez da Jornada. Além disso, foram anunciados os vencedores do Concurso de Poesia e Trabalho Manual.

Durante a jornada também teve a cerimônia de formatura de 24 reeducandos, sendo que 12 receberam o certificado do Programa de Educação para o Trabalho (PET) e 12 concluíram os Ensinos Fundamental e Médio, além de palestras com a equipe dos Narcóticos Anônimos do município e da FUNAP – Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel”.

Aos 34 anos Fernando Garcia está detido há quatro meses por tráfico. Bailarino, ele, junto com a coordenadora de Literatura da Fundacc, Mara Amaral,  foi responsável pela coreografia da peça que reuniu 11 detentos e encantou os presentes. “Estou orgulhoso da turma e não quero mais parar com esse trabalho, mesmo quando sair daqui”.

Morador de São Sebastião ele descobriu que a ‘droga é uma droga’ e usa um dom que recebeu de Deus para levar mais arte à população carcerária. Tanto que assim que foi levado para o CDP procurou a chefia da unidade prisional para ter algo que fazer e com a ajuda de sua mãe que falou sobre sua profissão, conseguiu chegar à direção e à Fundacc para montar a peça.

Maravilhas do Meu Litoral

Eliab Moreira dos Santos, 26 anos, vencedor do 2º Concurso de Poesias, está detido há 1 ano e 7 meses também por envolvimento com drogas e para ele as atividades desenvolvidas dentro da unidade prisional são benéficas. “As atividades me ajudam a melhorar, me trazem benefícios. Nunca tinha feito poesia e agora descobri um dom e isso me fez muito bem”. Ele também conta que está em busca da vaga para a conclusão dos estudos.

Presente na Jornada da Cidadania o vereador Denis Guerra explica que a imagem do CDP na sociedade não é boa. “Quando faço algum projeto aqui dentro, sou duramente criticado, mas temos que levar a visão da jornada lá para fora”.

Já Alexsandro Rezende da Silva, presidente do Conselho de Assistência Jurídica da OAB – Caraguatatuba, falou sobre a quebra de paradigmas e os benefícios dos projetos realizados dentro da unidade para a sociedade. “Além de mostrar aos detentos que existem oportunidades para quem deseja mudar de vida, aproveitem ao máximo as ações disponibilizadas aqui”.

Ainda durante a jornada foram expostos o projeto de horticultura com plantações estufadas em uma estrutura produzida com garrafas PET, utensílios artesanais feitos pelos presos com matéria-prima reciclada e as obras realizadas pelos detentos.

A Jornada

A Jornada de Cidadania e Empregabilidade é um evento da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e as ações englobam as áreas da saúde, do judiciário e da cidadania, com o objetivo de auxiliar o detento nos projetos de retomada da vida em liberdade.