Telefone

12 3897-5660

E-mail

contato@fundacc.sp.gov.br

Horário de funcionamento

Seg - Sex: 8h às 17h30

Em comemoração ao Mês do Meio Ambiente e Ecologia, a Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (FUNDACC), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente Agricultura e Pesca e a Escola Estadual Doutor Eduardo Correa da Costa Junior realizará, ao longo do mês de junho, o plantio de mudinhas em três diferentes pontos do município.

O primeiro local que receberá as novas mudinhas é a E. E. Dr. Eduardo Correa da Costa Jr., no bairro Tinga, seguido pelo Centro Cultural do Poiares e o Centro Cultural João Paulo dos Santos, localizado no bairro Alto do Jetuba.

A ação, que tem como intuito envolver estudantes do ensino médio da rede estadual em atividades ambientais da prefeitura, será feita pelos alunos da escola e da oficina de Hortas Agroecológicas da Fundação.

Segundo a presidente da FUNDACC, Silmara Mattiazzo, “ações como esta são de suma importância para nossa sociedade, pois é dentro da sala de aula e com a conscientização dos mais jovens que a mudança virá. Quero parabenizar a escola pelo incentivo aos alunos e agradecer a todos que estão participando deste projeto”.

Projetos Ambientais da E. E. Dr. Eduardo Correa da Costa Jr.

Desde 2015, a E. E. Dr. Eduardo Correia da Costa Jr. tem realizado ações junto aos alunos no interior e no entorno da escola, com atividades como: hortas comunitárias, arborização e climatização dos ambientes, combate de pragas, ressignificação dos espaços escolares, reciclagem, limpeza adequada, compostagem, estudo do meio (micro e macro), áreas de risco, vulnerabilidade e perigos ambientais.

A escola já participou de exposições fotográficas e visitas monitoradas, desde o Parque Estadual da Serra do Mar (PESM) até visita à área de proteção ambiental do Juquehy; replantio de mudas em área de proteção, construção e confecção de equipamentos caseiros de filtragem e medição de chuva.

“Muitas destas temáticas são trabalhadas nas aulas de eletivas, aulas de biologia, geografia, e práticas experimentais, todas ofertadas pela escola”, contou o agente de organização e técnico ambiental João Henrique Oliveira.

Em 2019, tais ações culminaram numa importante participação da escola no seminário de Educação para a Redução de Riscos e Desastres (ERRD), promovida pela Defesa Civil Estadual e pelo Consulado do Japão, sediado pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), representado pelo professor e coordenador geral Eduardo Silva Neto.

Em 2020 e 2021, mesmo de forma remota devido à pandemia, algumas ações foram continuadas, como: melhorias dos ambientes da escola, horta e ampliação da parceria com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) em projeto de pré-iniciação científica na temática ERRD.

A escola conta, ainda, com o envolvimento e apoio do diretor Adriano Litério Cáceres, da vice-diretora Silvia Aparecida Fonseca, do coordenador pedagógico Eduardo Silva Neto e do agente de organização e técnico ambiental João Henrique Oliveira.

Posts Relacionados